8.5.07

Zé da matarroa, no intervalo da pastorícia.



Encontrei-o no Marão, a pastar as suas cabrinhas, porque ouvi um estridente assobio dele. Embora não tenha boca, os assobios ouvem-se bastante bem, pelo que as cabrinhas obedecem-lhe sem hesitarem.
Outro aspecto característico da anatomia deste Zé pastor, é o comprimento das pernas. Questionei-o sobre isso. Ele disse-me que assim saltava mais rapidamente entre as rochas onde costuma pastar as cabrinhas.
Deixou-me fotografá-lo, no intervalo de mais um dia de trabalho.

4 comments:

Joao said...

Dos melhores!Tão matarruano, mas tão....Zé!!Excelente!=D
(gostei do texto=D) *

márcia said...

oh zé pastor superstar!

márcia said...

btw, há coisas novas no meu coiso.

Rudie Verino said...

redneck!